4 nov, 2019

Estudo de Caso Tratamento da Classe II – por Henrique Mascarenhas Villela e Ana Carla de Souza Nascimento

PDF Completo: Tratamento da Classe II-1 subdivisão, utilizando miniparafuso extra-alveolar no izc e aparelhos autoligáveis passivos Tellus EX

Tratamento da Classe II-1 subdivisão, utilizando miniparafuso extra-alveolar no izc e aparelhos autoligáveis passivos Tellus EX.

Introdução: As más oclusões de Classe II de Angle, de natureza dento-alveolar ou esquelética moderada, podem ser tratadas com ou sem exodontias de pré-molares, utilizando diversos recursos para ancoragem. O advento dos miniparafusos possibilitou uma ancoragem esquelética na distalização de molares, anulando os efeitos colaterais indesejados, por meio de um procedimento minimamente invasivo. Os parafusos extra-alveolares eliminaram ainda o inconveniente do posicionamento do corpo dos parafusos entre as raízes, permitindo maiores movimentos sagitais, sem a necessidade de reposicionamento dos miniparafusos ou utilização de cursores. Esse fato aumentou a eficiência do tratamento nas correções sagitais e simplificou a mecânica ortodôntica. A associação desse recurso de ancoragem com os aparelhos autoligáveis passivos com prescrições variáveis reduzem a quantidade de consultas, os níveis de força aplicada, necessidade de dobras no arco e a dependência de colaboração do paciente.

Estudo_Caso

Objetivo: Relatar um caso clínico no qual foi utilizado parafuso extra-alveolar na crista-infrazigomática como recurso de ancoragem, associado a aparelhos autoligáveis passivos na correção da Classe II-1 subdivisão direita. Conclusão: A associação dos parafusos extra-alveolares com o sistema de aparelhos autoligáveis passivos com prescrições variadas se mostraram eficientes na correção da má oclusão de Classe II subdivisão.

Descritores: Miniparafuso ortodôntico, mini-implante, má oclusão de Classe II, aparelhos autoligáveis passivos, crista infra-zigomática.

PDF Completo: Tratamento da Classe II-1 subdivisão, utilizando miniparafuso extra-alveolar no izc e aparelhos autoligáveis passivos Tellus EX

Voltar Voltar