| cláudia d.f. bellani
30 jun, 2017

Saúde e Qualidade de Vida

Fotolia_158272553_Subscription_Monthly_MA saúde sempre foi uma preocupação do ser humano, pois é uma das competências que tem relação direta com bem estar físico e emocional, e dela depende boa parte das relações interpessoais e ambientais humanas.

Durante muito tempo o conceito de saúde esteve embasado na ausência de doenças, mas atualmente sabe-se que a saúde um indivíduo pode ser determinada, além da própria biologia e fisiopatologia humana, também pelo ambiente físico, social e econômico a que se está exposto e pelo seu estilo de vida, isto é, pelos hábitos de alimentação e outros comportamentos que podem ser benéficos ou prejudiciais, sendo então relacionada à qualidade de vida.

A organização Mundial de Saúde define a qualidade de vida como: “percepção do indivíduo de sua posição na vida, no contexto da cultura e sistemas de valores nos quais vive, e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações”.

Muitos estudos evidenciam o adoecimento e o estresse entre profissionais de saúde por situações geradas no trabalho e a odontologia está entre essas profissões. Além disso, o mercado de trabalho odontológico tem passado por várias transformações gerando conseqüências para a profissão e profissionais. Em diversos países têm sido realizados estudos sobre a saúde dos cirurgiões-dentistas. Muitos deles abordam disfunções de origem ergonômica ou de biossegurança e o Brasil segue esse mesmo padrão.

Desta forma, sabendo que a saúde cursa não apenas com os aspectos biológicos, mas é resultante de bons hábitos de vida e da interação harmoniosa do homem com seu meio ambiente, esse espaço do Blog será destinado a discutir problemas de saúde e terá enfoque em apresentar estratégias que cursam não só com a prevenção e tratamento de patologias físicas, mas sim que harmonizam o corpo e a mente, visando uma melhora na qualidade de vida. Sejam bem vindos!

E como anda sua saúde?

Em estudo de revisão da literatura com amplitude envolvendo o período de 1997 a 2007 foi constatado que a qualidade de vida dos cirurgiões-dentistas tem piorado ao longo do tempo, em função do aumento dos riscos laborais e da competitividade no mercado de trabalho.

Estudo mais recente onde a população foi composta por cirurgiões-dentistas da rede privada dois questionários autoaplicáveis foram empregados, sendo um para mensurar qualidade de vida e o outro para distúrbios osteomusculares. Os resultados evidenciaram que a região mais acometida por dores foi a do pescoço e a da coluna cervical, seguida pela região lombar, e os profissionais com dores apresentaram menor satisfação com sua qualidade de vida.

Dores musculoesqueléticas e desconforto atingem 62% da população em geral, e a proporção aumenta para 93% entre cirurgiões-dentistas; essa categoria profissional está entre a que mais possuem profissionais afastados do trabalho por incapacidade temporária ou permanente, respondendo por cerca de 30% de abandono prematuro da profissão.

“Algumas medidas preventivas devem ser adotadas pelos cirurgiões-dentistas para diminuir o nível de estresse, evitar a frequência dos sintomas dolorosos e posteriormente o diagnóstico de doenças ocupacionais relacionada ao trabalho (DORTs). Uma alternativa é a ginástica laboral, incluindo os alongamentos, massagens e relaxamento físico e psicológico e fisioterapia. Uma ampla reforma ergonômica se faz necessária na odontologia, para que os cirurgiões-dentistas adotem e façam uso de posturas ergonomicamente corretas em suas atividades laborais diárias”.

Antes de seguir em frente, convidamos você para uma reflexão:

– Você trabalha mais do que 8 horas diariamente?

– Você sente dor articular ou muscular no exercício da sua profissão?

– Você sente dores quando está parado, independente se está no trabalho ou não?

– Você é sedentário?

– Você não se preocupa com sua alimentação e exagera no consumo de bebidas alcoólicas?

– Você se irrita e perde a paciência com facilidade?

Se você respondeu sim, para pelo uma das perguntas acima já é um sinal que sua saúde merece atenção! Fique atento ao nosso Blog, nossas futuras dicas poderão ser úteis para você!

Na sequência, vamos falar um pouco sobre as DORTs na Odontologia.

Saiba mais em:

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S180600132016000400261&script=sci_arttext&tlng=pt

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102006000700009

 

Voltar Voltar